domingo, 18 de abril de 2010

Doces ou travessuras

Não era chuva nem suor o que molhava meu rosto.

E então, a verdade veio numa lambida de cachorro.

Choros, gritos e noites mal dormidas fizeram sentido.

Era tudo preciso.

3 comentários:

Anônimo disse...

Será mesmo necessário?!

Asssinado eu.

Mefisto disse...

Acho que sim.

E a verdade há de vir à tona um dia.

Paulo Victor disse...

numa primeira leitura, parece conversa de doido. ainda mais depois do diálogo ensaiado aqui, nos comentários. hehe.
mas depois de 2 ou 3 passadas de olhos, vemos nas entrelhinhas. e se isso diz o que penso que diz, que bom que passaste bem.
é bom qdo percebemos, no final, q o q vivemos, por mais difícil que fosse, era necessário.
melhor do que qdo percebemos q só fizemos besteira. tem uma letra de uma música que gosto, q fala mais ou menos isso:

busco na vida tantas coisas
que nem sei por que razão
fortaleço minha vontade
pra que tudo aconteça do meu jeito
corro enquanto acredito
persisto até chegar ao fim
pra descobrir lá no final
que eu corri atrás do vento (...)

aí é só frustração.